Translate

domingo, 10 de abril de 2016

"APOCALIPSE XVII?? SIM, JÁ ESTAMOS VIVENDO..." [Grande Babilônia, a besta & os 7 reis]


[PARA ARQUIVO PDF DESTA MENSAGEM]


É incrível como Deus está sempre a nos surpreender. Na última quinta feira, graças a um áudio que encontrei por acaso no meu celular (compartilhado recentemente em um dos meus grupos evangélicos do whatsapp) o Senhor me resgatou à memória a preciosa lembrança de duas revelações importantíssimas para o fim dos dias que o Senhor nos concedeu em 2013, logo após o Vaticano aclamar o Papa Francisco como novo líder mundial da igreja católica, no lugar de Bento XVI.

Mas, para que vocês possam compreender as revelações, é necessário antes apresentar-lhes uma passagem lá do livro de Apocalipse, que trata da condenação da “grande babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra”: 

E levou-me em espírito a um deserto, e vi uma mulher assentada sobre uma besta (...).
E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua fornicação; E o anjo me disse:
(…) Eu te direi o mistério da mulher, e da besta que a traz, a qual tem sete cabeças e dez chifres. A besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição; (...) As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada. E são também SETE REIS; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição. (Apocalipse 17:3-11) 


Que o catolicismo é a tal mulher montada na besta, a "mãe das prostituições e abominações da Terra", disso não temos dúvida. Vejamos uma simples comprovação, em imagens:
"E a mulher estava vestida de PÚRPURA e de ESCARLATA, e adornada com OURO, e PEDRAS PRECIOSAS e PÉROLAS; e tinha na sua mão um CÁLICE DE OURO cheio das abominações e da imundícia da sua fornicação."






Para quem não sabe, “mulher”, nas Escrituras Sagradas, é um termo frequentemente utilizado para simbolizar “religiões”. Já o termo “prostituição/fornicação”, inúmeras vezes é empregado no sentido de “corrupção espiritual”, a qual ocorre toda vez que o ser humano se prostra diante de outros deuses, que não o verdadeiro (Jesus Cristo), e estabelece comunhão com falsas religiões, ao invés de viver uma fé baseada, unicamente na Palavra de Deus, que contém o testemunho e Evangelho do nosso único Senhor, Salvador e Deus. Agora, o que muitos não sabem ainda acerca desta mesma passagem bíblica, é o mistério que vamos esclarecer a seguir.

Em 7 de junho de 1929, foi assinado em Roma o “Tratado de Latrão”, que:
- Formalizou a existência do Estado do Vaticano, tornando-o uma Cidade-Estado independente; 
- Estabeleceu a soberania da Santa Sé na cidade do Vaticano – em outras palavras, a capital mundial da “fé”; 
- Concedeu plenos poderes ao Papa através dotulo de Soberano do Estado da Cidade do Vaticano.

Percebam: por meio desse tratado, o cargo de Papa, até então compreendido como “conselheiro, pacificador e líder espiritual”, promoveu-se ao de autoridade máxima da Igreja Católica Apostólica Romana, concentrando em si os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário; e assim conquistando finalmente a posição oficial de rei” em Roma.

Ou seja, se todos os papas eleitos após esse tratado foram empossados na condição de “reis”, logo podemos concluir que, o primeiro papa eleito a partir de então simplesmente deu início a uma nova “linhagem” de papas. Para nós, porém, que conhecemos a verdade, bem como as profecias que a Bíblia reserva para os últimos dias, a conclusão é uma só:

“RELÓGIO PROFÉTICO ACIONADO!”

Em 1939 iniciou-se a contagem dos “sete reis” da profecia de Apocalipse 17.
Observem a Tabela abaixo:


Voltemos agora à profecia:

E são também SETE REIS; cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo; e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. 

Vejam como ela se encaixa perfeitamente na ordem cronológica dos acontecimentos:
“CINCO JÁ CAÍRAM”: já faleceram os cinco primeiros papas desta “nova linhagem”.
“UM EXISTE”: Bento XVI continua vivo, embora tenha renunciado ao cargo em 2013.
OUTRO AINDA NÃO É VINDO; E, QUANDO VIER, CONVÉM QUE DURE UM POUCO DE TEMPO”: Papa Francisco. 

E é exatamente aqui que entram as duas revelações que eu mencionei no início desta mensagem, as quais vieram nos confirmar, no ano de 2013, que o nosso entendimento acerca desta profecia estava correto. 

1ª Revelação 
No dia em que o Papa Francisco foi eleito, um membro da nossa congregação teve a seguinte visão (de olhos abertos): uma Bíblia surgiu, aberta, à sua frente; e acima dela, pairava o número sete.

2ª Revelação 
Nesse mesmo período, o pastor da nossa congregação teve o seguinte sonho: ele estava sentado em frente a uma mesa, e sobre ela havia alguns cubos, cada um com um número, e de repente ele ouvia a voz de Deus naquele sonho, dizendo assim: “organize esses cubos na ordem certa”. Mas ele não conseguia entender a ordem de jeito nenhum, e por isso respondia: “Senhor, eu não sei qual é a ordem”. Então, aquela voz mansa e suave disse a ele: “Preste atenção, a ordem é esta: 3, 2 1. E uma outra vez ainda a voz ecoou: “A ORDEM É ESTA: 3, 2 ,1.”


Como vocês podem perceber, na primeira revelação, Deus nos confirmou que o Papa Francisco, de fato, é o "último" dos sete Reis da profecia de Apocalipse 17. Já na segunda, que só agora pudemos recordar, Ele nos revela um mistério ainda mais profundo. Prestem atenção: (..) um existe (Bento XI); outro ainda não é vindo (Papa Francisco); e, quando vier, convém que dure um pouco de tempo. 

Entendam a dupla interpretação do sonho:
“3, 2, 1”: representa “contagem regressiva”, que não somente está relacionada ao "mandato" do Papa Francisco, que segundo a profecia de apocalipse durará só um pouco de tempo (sendo que, no dia 13 do mês passado, completou 3 anos), como também pode representar a contagem regressiva no relógio de Deus para o "arrebatamento" (fim da Igreja na Terra).

Agora, vejamos ainda a continuação do versículo: “e a besta (papa) que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.”

Percebam o mistério: o versículo está informando em seguida que, assim que o sétimo rei (Papa Francisco) sair de cena, aquele que era (papa) e já não é (Bento XVI) vai reassumir.
Reiterando: se todos os 5 primeiros reis já faleceram, restando apenas o “ex-papa” e o Papa Francisco, logo "a besta que era e já não é", e que "é também o oitavo" só pode ser mesmo o Bento XVI!


PAUSA PARA O MEME


Quadro Geral

- Na conclusão do estudo sobre o arrebatamento (clique aqui), apontamos o cumprimento profético das 70 semanas de Daniel neste ano de 2016, o qual encerrará o tempo da Igreja dos Gentios (nós) e retornará a salvação de Cristo para o povo judeu, inaugurando os 7 anos de tribulação;

- Antes disso, apresentamos as evidências claras do cumprimento de Joel 2:31 (para ler, clique aqui);

- Em seguida, alertamos sobre o “derramar do espírito Santo de Deus sobre toda a carne” de Joel 2:28, bem como da apostasia geral prevista para os últimos dias. (clique aqui)

- Na Mensagem “É JÁ ÚLTIMA HORA”, mais uma evidência foi apresentada através de uma revelação recente do Senhor para nós e a respectiva confirmação de sua interpretação no livro do Apocalipse;

- Na mensagem “JERUSALÉM, O 'RELÓGIO' DO APOCALIPSE", alertamos para a iminência da invasão de Israel prevista na Bíblia para os últimos dias, à medida que observamos a profecia de Ezequiel 38/39 tomando forma, aos poucos.

- Por fim, o Senhor nos traz à memória dois sinais muito importantes do fim dos tempos, a fim de  complementar e confirmar a interpretação que, hoje, trouxemos a vocês sobre a besta do capítulo 17 de Apocalipse - a qual, segundo a própria continuação do texto, se juntará ao anticristo durante a Grande Tribulação.

Será que, pelo menos agora, os irmãos conseguem vislumbrar com mais clareza e convicção que, de fato, a Igreja de Cristo se encontra às portas do arrebatamento? Que estamos em pleno cumprimento das profecias de Apocalipse e tantas outras mais sobre os últimos dias, principalmente as que precedem o período da Grande Tribulação?


Não se trata mais da “última hora” no relógio de Deus, irmãos. Trata-se do ÚLTIMO MINUTO - e que provavelmente, já se encontra nos últimos segundos também.
#VIGIAIGREJA!!!

Último alerta e conselho 
Não continuem correndo atrás de sinais, pois já tivemos o suficiente, e até isso pode se tornar um laço nas nossas vidas se não vigiarmos. Ao invés disso, apeguem-se a Cristo, à comunhão com Ele e à santificação diária. Vivam cada dia como se fosse aquele em que o Senhor Jesus voltará para buscar a sua Igreja - porque de fato, o Noivo está às portas. Essa é a doutrina da virgem prudente, a mais sábia e segura, a mais importante e imprescindível para os crentes desta geração que almejam a eternidade com Cristo. Amém?


Que Deus abençoe a todos.